Casamento Civil com Estrangeiro no Brasil

Primeiramente, gostaria de esclarecer que não me casei no Brasil. Após fazer uma boa pesquisa sobre os documentos e trâmites necessários para me casar aqui, achei muito mais prático me casar no exterior, ao menos na época em que me casei. Portanto, não posso entrar nos pormenores, a partir de um caso real, de como é, de fato, todo o processo de casamento com estrangeiro no Brasil, mas posso dar um panorama geral. Considerando toda a pesquisa que fiz naquela ocasião, particularmente achei muito mais prático casar no país de meu marido, mas isso fica a seu critério, pois a ordem dos fatores não altera o produto. Casando aqui ou lá fora, o importante é casar. Então, por ora, limitar-me-ei a falar um pouco sobre casamento civil entre brasileiro e estrangeiro no Brasil de forma geral. Para maiores informações sobre casamento civil de brasileiro com estrangeiro no exterior, sugiro a leitura deste post aqui.

Se o noivo estrangeiro não mora no Brasil, ele terá de vir ao país para dar entrada no processo de habilitação para o casamento juntamente com o noivo brasileiro, pois esse requerimento deve ser feito pessoalmente. O casal terá, portanto, 90 dias (prazo padrão do visto de turismo para o Brasil, mas que pode variar para menos dias a depender do país de origem do noivo estrangeiro) para dar entrada no processo de casamento e casar no cartório da comarca onde o noivo brasileiro reside. Esse prazo do visto de turismo pode ser prorrogado por mais 90 dias, totalizando uma estadia do estrangeiro no Brasil de, no máximo, 180 dias por ano. Essa prorrogação NÃO é automática. É preciso, assim, comparecer a uma unidade da Polícia Federal para a apresentação dos documentos necessários e do comprovante do pagamento da taxa correspondente para solicitar a prorrogação do visto de turismo. Para maiores informações sobre essa prorrogação, verificar como se desenvolve todo esse procedimento no site da Polícia Federal neste link aqui. Seis meses é tempo muito mais do que suficiente para coletar e regularizar toda a documentação necessária para se casar no Brasil, dar entrada no processo de casamento e casar-se.

É lógico, portanto, que o noivo estrangeiro precisará de um passaporte e um visto de turista válidos para entrar no Brasil, ou então de um documento de identidade válido, como no caso de pessoas oriundas de países do Mercosul. A necessidade do visto de turismo ou não depende, assim, do país de origem do noivo estrangeiro. Para saber se ele precisa ou não de visto válido para entrar no Brasil, entre no site da repartição consular brasileira no país de origem dele ou no país onde ele reside atualmente. Geralmente tais informações se encontram no campo “serviços consulares – visto” e lá certamente estará disponível toda a informação detalhada se precisa de visto ou não, documentos necessários para solicitá-lo, etc.

Caso o noivo estrangeiro não possa estar junto com o noivo brasileiro no momento de dar entrada no processo de habilitação de casamento no cartório, a parte dele pode ser feita por procuração. É importante verificar no cartório em que vocês se casarão se essa procuração para abertura do processo é mesmo necessária, porque às vezes o cartório não a exige. Particularmente, parece-me mais fácil fazer tudo pessoalmente, porque se precisar correr, de última hora, por causa de um ou outro documento, os originais já estarão em mãos, evitando a situação de envio de documentos de lá para cá e ainda correndo o risco de extraviar. Em ambos os casos, será preciso coletar os documentos brasileiro e estrangeiros necessários com antecedência para instruir o processo de abertura.

ATENÇÃO!!! Para saber EXATAMENTE qual a documentação necessária que o noivo estrangeiro deve trazer para casar com brasileiro aqui no Brasil, é preciso ir ao CARTÓRIO da comarca onde o noivo brasileiro reside. Lá eles explicarão detalhadamente o que é necessário providenciar, como e porquê. Vale lembrar que cada cartório difere um pouco do outro em relação às exigências e documentação solicitada, mas a base é a mesma, o que muda é um detalhe aqui e outro ali. Há muitos cartórios que solicitam, por exemplo, que o noivo estrangeiro tenha CPF. Para saber como obter CPF para estrangeiros no Brasil, indico a leitura de outro post aqui do blog que fala especificamente sobre isso, o que pode ser feito clicando neste link aqui.

Esclareço, também, que não acho que seja necessário contratar o serviço de assessorias, escritórios de advocacia ou quem quer que seja para orientá-los em relação à coleta e legalização dos documentos solicitados para se casar com um estrangeiro no Brasil. Uma simples procura na internet será suficiente para esclarecer todos os passos necessários. Há cada vez mais blogs, sites, grupos nas redes sociais e vídeos no Youtube que detalham o passo a passo de todo esse procedimento e que são extremamente esclarecedores, por isso acho que investir em assessoria para esse fim é um gasto desnecessário (e na maioria das vezes alto, diga-se de passagem).

De acordo com o Código Civil, o requerimento de habilitação para o casamento no Brasil (seja o casamento entre brasileiros ou brasileiro e estrangeiro) deve ser instruído com os seguintes documentos, com seus originais e suas respectivas cópias autenticadas:

CERTIDÃO DE NASCIMENTO (CASO UM OU AMBOS OS NOIVOS SEJAM SOLTEIROS)

  • A certidão de nascimento original deve ser atualizada, ou seja, deve ter sido expedida há, no máximo, seis meses e, em alguns casos, há, no máximo, três meses, isso depende da exigência de cada cartório;
  • A certidão de nascimento atualizada do noivo brasileiro pode ser obtida no cartório onde o seu nascimento foi registrado. A emissão do documento atualizado, salvo situações excepcionais, é feita na hora;
  • A certidão de nascimento original do noivo estrangeiro, por ser em língua estrangeira, precisa ser legalizada, traduzida por tradutor juramentado para o português e registrada no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do noivo brasileiro;
  • Caso o noivo estrangeiro tenha nascido em um país NÃO signatário da Convenção da Apostila de Haia, a legalização da certidão de nascimento deve ser feita na repartição consular brasileira (embaixada ou consulado) no país de origem dele. O passo a passo do procedimento para esse tipo de legalização de documento público estrangeiro geralmente está detalhado nos sites dessas repartições;
  • Caso o país de origem dele SEJA signatário da Convenção da Apostila de Haia, essa legalização é feita em órgãos autorizados no referido país;
  • Para saber se o país de origem do noivo estrangeiro é ou não signatário da Convenção da Apostila de Haia, favor verificar no portal do Conselho Nacional de Justiça clicando aqui;
  • Caso o país seja signatário, para saber quais são as autoridades competentes para legalizar o documento no país de origem do noivo estrangeiro, clique no mesmo link disponibilizado no item acima e clique, em seguida, no país de origem dele. Lá estará a lista dessas autoridades com seus respectivos endereços, telefones e demais informações pertinentes;
  • Após legalizar essa certidão de nascimento na autoridade competente, fazer a tradução juramentada do documento legalizado para o português no Brasil (a lista de tradutores juramentados de seu estado muito provavelmente está disponível no site da Junta Comercial). Após fazer a tradução, dirija-se ao Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do noivo brasileiro para registrar o documento traduzido. Feito isso, a certidão de nascimento do noivo estrangeiro estará prontinha para ser anexada ao processo de habilitação de casamento;

CERTIDÃO DE CASAMENTO AVERBADA E/OU CERTIDÃO DE DIVÓRCIO (CASO UM OU AMBOS OS NOIVOS SEJAM DIVORCIADOS)

  • A certidão de casamento averbada e/ou a certidão de divórcio originais devem ser atualizadas, ou seja, devem ter sido expedidas há, no máximo, seis meses e, em alguns casos, há, no máximo, três meses, isso depende da exigência de cada cartório;
  • A certidão de casamento averbada e/ou a certidão de divórcio original do noivo estrangeiro, por serem em língua estrangeira, precisam ser legalizadas, traduzidas por tradutor juramentado para o português e registradas no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do noivo brasileiro;
  • Caso o noivo estrangeiro tenha se casado e se divorciado em um país NÃO signatário da Convenção da Apostila de Haia, a legalização desses documentos deve ser feita na repartição consular brasileira (embaixada ou consulado) no país onde ele se casou e se separou. O passo a passo do procedimento para essa legalização geralmente está detalhado nos sites dessas repartições;
  • Caso o país onde ele se casou e se separou SEJA signatário da Convenção da Apostila de Haia, essa legalização deve ser feita em órgãos autorizados nesse país;
  • Para saber se o país onde seu parceiro estrangeiro se casou e se separou é ou não signatário da Convenção da Apostila de Haia, favor verificar no portal do Conselho Nacional de Justiça clicando aqui;
  • Para saber quais são as autoridades competentes para legalizar o documento, clique no mesmo link disponibilizado no item acima e clique, em seguida, no país onde o noivo estrangeiro casou e se separou caso se trate de um país signatário. Lá estará a lista dessas autoridades com seus respectivos endereços, telefones e demais informações de contato pertinentes;
  • Após legalizar o(s) documento(s) na autoridade competente, fazer a tradução juramentada para o português no Brasil (a lista de tradutores juramentados de seu estado muito provavelmente está disponível no site da Junta Comercial). Após a tradução, dirija-se ao Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do noivo brasileiro para registrar o documento. Feito isso, a certidão de casamento averbada e/ou a certidão de divórcio do noivo estrangeiro estará prontinha para ser anexada ao processo de habilitação de casamento;
  • O brasileiro que tenha se divorciado não consensualmente no exterior precisa apresentar a sentença estrangeira de divórcio homologada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e a respectiva averbação desse divórcio no cartório brasileiro. Caso o divórcio tenha sido consensual e simples, precisa apresentar apenas o registro de casamento averbado em cartório brasileiro.

OBS: os casamentos de brasileiros celebrados por autoridades estrangeiras são considerados válidos pela legislação brasileira. Assim, o cidadão brasileiro que tenha se casado no exterior e se declare solteiro no Brasil incorrerá no crime de falsidade ideológica e, caso contraia novas núpcias, incorrerá no crime de bigamia, tipificados no Código Penal brasileiro. Entretanto, muitas pessoas que se casaram e se divorciaram no exterior se fingem de mortas quando retornam ao Brasil. É muito fácil se passar por uma pessoa solteira aqui se não houve registro do casamento na repartição consular no país onde a pessoa se casou e, posteriormente, o registro dessa certidão no cartório do primeiro ofício aqui no Brasil. Conheço, inclusive, pessoas que fizeram isso sem constrangimento algum. É um risco que se corre. Para outras informações sobre esse tipo de situação, sugiro a leitura de outra publicação aqui do blog que trata especificamente desse assunto: “Casada no Exterior – Solteira no Brasil?“.

CERTIDÃO DE ÓBITO (CASO UM OU AMBOS OS NOIVOS SEJAM VIÚVOS)

  • A certidão de óbito original do companheiro falecido do noivo estrangeiro, por ser em língua estrangeira, precisa ser legalizada, traduzida por tradutor juramentado para o português e registrada no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do noivo brasileiro no Brasil;
  • Caso a certidão de óbito do ex-companheiro do noivo estrangeiro tenha sido expedida em um país NÃO signatário da Convenção da Apostila de Haia, a legalização desse documento deve ser feita na repartição consular brasileira (embaixada ou consulado) desse país. O passo a passo do procedimento para essa legalização geralmente está detalhado nos sites dessas repartições;
  • Caso o país onde a certidão de óbito tenha sido expedida SEJA signatário da Convenção da Apostila de Haia, essa legalização deve ser feita em órgãos autorizados nesse país;
  • Para saber se o país onde a certidão de óbito foi expedida é ou não signatário da Convenção da Apostila de Haia, favor verificar no portal do Conselho Nacional de Justiça clicando aqui;
  • Para saber quais são as autoridades competentes para legalizar o documento, clique no mesmo link disponibilizado no item acima e clique, em seguida, no país onde a certidão de óbito foi expedida caso se trate de um país signatário. Lá estará a lista dessas autoridades com seus respectivos endereços, telefones e demais informações de contato pertinentes;
  • Após legalizar o(s) documento(s) na autoridade competente, fazer a tradução juramentada para o português no Brasil (a lista de tradutores juramentados de seu estado muito provavelmente está disponível no site da Junta Comercial). Após a tradução, dirija-se ao Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do noivo brasileiro para registrar o documento. Feito isso, a certidão de óbito do ex-companheiro de seu noivo estrangeiro estará prontinha para ser anexada ao processo de habilitação de casamento;

DOCUMENTO DE IDENTIDADE DO NOIVO BRASILEIRO – cópia autenticada da identidade brasileira;

PASSAPORTE DO NOIVO ESTRANGEIRO – cópia autenticada das folhas de identificação e das páginas que contenham o visto de turismo ou outro visto válido, bem como o carimbo de entrada no Brasil;

COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA – muita gente pergunta como comprovar residência do estrangeiro no Brasil se ele não tem residência aqui ainda e nenhuma conta em seu nome. Uma simples declaração de residência com firma reconhecida resolve facilmente o impasse. Supondo que o noivo brasileiro ainda more com os pais, ou então que more sozinho, de aluguel ou não, peça para que o proprietário do imóvel em que você mora faça essa declaração atestando que o fulano estrangeiro mora em imóvel de sua propriedade. Reconheça a firma de quem fez a declaração em cartório e anexe ao documento alguma conta de água ou luz, por exemplo, em que conste o nome do proprietário. E está pronto o comprovante de residência. É muito fácil de achar modelo dessa declaração na internet.

DECLARAÇÃO DE SOLTEIRO (OU DE ESTADO CIVIL) – é preciso verificar no cartório onde o casamento será celebrado o tipo de declaração de solteiro ou de estado civil que eles exigem, uma vez que pode ser desde uma declaração simples feita no próprio cartório até as mais complexas, que precisam ser coletadas no exterior no caso do noivo estrangeiro. Em caso de uma declaração estrangeira ser solicitada, será necessário que o documento passe pelo mesmo procedimento de legalização das certidões mencionadas anteriormente nesta publicação. Nessa declaração, segundo o Código Civil, deve constar o estado civil, o domicílio, a residência atual, o local e a data de nascimento ou falecimento dos pais dos noivos. A declaração de solteiro do nubente brasileiro, por sua vez, está implícita na certidão de nascimento atualizada. Verifique certinho no cartório o que eles solicitam exatamente para não perder tempo e dinheiro coletando documentos desnecessários.

O Código Civil elenca, também, a declaração de duas testemunhas maiores, parentes ou não, atestando conhecer os noivos e afirmando que não há impedimentos que os iniba de casar.

A lista apresentada acima é a documentação básica prevista pelo Código Civil, pode ser que o cartório peça mais ou menos documentos. Estando toda a documentação em ordem, o processo segue normalmente, igual a outro casamento qualquer. De acordo com o artigo 1.527 do Código Civil, o oficial extrairá, então, o edital, que se afixará durante quinze dias nas circunscrições da Registro Civil do nubente (no caso o noivo brasileiro), e será publicado, também, na imprensa local, se houver. Cumpridas as formalidades e caso não haja nenhum fato obstativo, o oficial do registro extrairá o certificado de habilitação, que terá validade por 90 dias a contar da data de sua extração. Após o prazo das proclamas, o casamento será celebrado no dia, hora e lugar estabelecidos perante a presença de pelo menos duas testemunhas, parentes ou não dos noivos, caso seja celebrado no cartório. Se for celebrado em edifício particular, serão necessárias quatro testemunhas.

Depois de casados e caso o casal deseje morar permanentemente no Brasil, é possível dar entrada no pedido da permanência definitiva. Para maiores informações acerca desse pedido, sugiro a leitura do post “Requerimento de Permanência Definitiva para Estrangeiro no BrasilouSolicitação de Visto Permanente Brasileiro no Exterior“. Ademais, também acho importante fazer um levantamento de outros documentos e informações necessários antes de se mudar para o Brasil. Escrevi sobre isso nos seguintes posts: Informações Úteis para Estrangeiros  no Brasil“, “Chances de um Estrangeiro se Dar Bem no Brasil” e “Separação de Documentos para a Mudança para o Brasil“.

Se este post foi útil e esclarecedor, deixe seu comentário, curta e compartilhe! Obrigada!

175 respostas em “Casamento Civil com Estrangeiro no Brasil

  1. Boa noite. Estou começando o processo de casamento com minha noiva americana, fui no cartório da minha jurisdição para pedir os documentos, e uma das atendentes falou que minha noiva precisa de CPF, achei muito estranho essa informação porque em nenhum site vi algum lugar pedindo CPF. Alguem sabe informar se já pediram CPF para vocês também?

    • Oi, Rafael! Acho que você não precisa se preocupar com o CPF, é o documento mais fácil e barato de tirar no Brasil. Em uma tarde apenas sua esposa já estará com ele em mãos. Mas você pode voltar ao cartório e pedir para conversar com o chefe da atendente e explicar que talvez a logística os impeça de apresentar o CPF e que esse documento não consta na lista dos documentos necessário elencados no Código Civil.

      • Obrigado pela resposta rápida! Você teria esse link do código civil para ter em mãos como prova por favor? Assim posso usar para argumentar. O problema é que começamos a preencher os documentos antes de eu ir no cartório, ou seja, todos os documentos já foram notorizados e encaminhados para apostilar, e nenhum deles consta o CPF, então se eu tirar o CPF com ela depois não sei se será um problema para a abertura do casamento. De qualquer forma estou pedindo para ela tirar o CPF no consulado brasileiro nos EUA para preparar uma segunda leva de documentos como backup caso a primeira não de certo, mas queria poder argumentar no cartório sobre o CPF. Muito obrigado novamente pela resposta.

  2. Olá! Sou brasileira e vou me casar com um britânico. Ele vem em junho e não temos i´deia do que ele já precisa trazer. Ele não conseguiu férias e vai ficar só 10 dias. Como devo proceder com as papeladas para o cartório sendo que o tempo dele aqui será curto? Eu posso ir lá sozinha e dar entrada na papelada ou ele tem que está presente? Seria melhor ele trazer os documentos exigidos pelo consulado já ou mandar eles lá de Londres?

    • Acho que isso está detalhado no post e comentários. De qualquer forma, tenha em mente o tempo das proclamas, de 30 dias. Se vocês pretendem se casar durante os dias que ele ficará aqui, então você precisa dar entrada no processo juntamente com uma procuração assinada por ele autorizando que você faça isso em nome dele também. Os documentos precisam passar pelo consulado, mas isso tudo está detalhado no post, uma releitura esclarecerá suas dúvidas. Sucesso!

  3. Ola, boa noite! Eu tenho uma namorada espanhola e ela pretende se casar por procuração e somente eu estaria presente na cerimônia. Você saberia me dizer como funcionaria o processo para esse tipo de situação?
    Muito obrigado.

    • Meu marido é Escocês, e como demorou muito para os documentos chegarem ele acabou ficando ilegal, então um dia antes da permanência dele de 6 meses vence, fizemos uma procuração e nos casamos dois meses depois. A procuração foi feita em um cartório aqui no Brasil. Não sei se a procuração pode ser feita na Espanha, mas acredito que ser for consularizada e traduzida não tenha problema.
      Não espere que o cartório te de muitos detalhes não. Pelo menos o que eu casei eu tive que chorar muito, até que a juíza finalmente veio falar comigo, porque ela passava recado para os funcionários que não me passavam nada direito…..e eu ia até la e os documentos nunca estavam certos.

  4. Bom dia. Estou namorando um cidadão paquistanês. O visto dele foi negado. Gostaria de saber se eu casar com ele via procução, ou no país dele, ele conseguirá o visto para vir para o Brasil.

    Obrigada.

  5. Olá bom dia, eu vou me casar com um suíço mais estou completamente perdida, os documentos dele posso legalizar aqui na Suíça ? depois de legalizar posso traduzir no Brasil ? Ou devo levar traduzido e legalizado aqui da Suíça para o Brasil.
    Obrigada.

  6. Olá Prezados e Priscila,
    Tenho a mesma dúvida que a da Priscila, meu namorado vem para o Brasil para casarmos, mas o oficial disse que ele precisa vir até aqui para colocarmos os papéis do casamento, isso confere? Vamos casar no religioso em Março e já gostaria de deixar tudo para o mesmo mês, assim economizamos uma grana. É possível fazer por procuração em inglês?

    Priscila eu achei a Declaração de Estado Civil. Me passa um e-mail chikiss5@hotmail.com

    Obrigada,

  7. Boa tarde

    Estou me preparando para casar com um americano no Brasil, e o que mais esta me dando dor de cabeça é a tal “Declaração de Estado Civil” dele, como faço para obter este documento lá no Texas? E outra duvida, quando eu for dar entrada na documentação ele não estará presente, sei que pode ser por procuração, a minha duvida é “Esta procuração já pode vir em português ou precisa ser em inglês e traduzida e registrada. Espero que você possa me ajuda, já tentei em outros lugares e o negocio é bem confuso.

  8. OI ESTOU NAMORANDO UM HOMEM ESTRANGEIRO JÁ CASADO NO SEU PAÍS DE ORIGEM COM OUTRA MULHER, GOSTARIA DE SABER SE EU POSSO CASAR COM ESTE HOMEM ESTRANGEIRO NO BRASIL SEM ELE DIVORCIA DE SUA ESPOSA, POIS ELE NÃO QUER DIVORCIA QUESTÕES DE BENS. MAIS ESTA E OUTRA HISTORIA. QUAIS CASAMENTO PODERÁ SER RECONHECIDO NO BRASIL PARA NOS CASAR E PEDIR CIDADANIA BRASILEIRA. SERÁ QUE CASAMENTO RELIGIOSO O CONSULADO BRASILEIRO RECONHECE NOSSO CASAMENTO , OU NÃO E RECONHECIDO CASAMENTO RELIGIOSO NO BRASIL , NOSSO CASO QUEREMOS CASAR .

    • Olá,

      Pela lei, não se pode casar com alguém já casado, isso é crime (bigamia). Para casar no Brasil, você tem de comprovar o status civil de solteiro ou divorciado dele, e isso não será possível, uma vez que ele não se encaixa em nenhuma dessas situações. Quanto ao tipo de casamento reconhecido, o religioso não é válido para registro, é preciso registrar o casamento civil.

  9. Boa tarde, estou querendo me casar com um rapaz de Dhaka-Bangladesh-Índia aonde exatamente posso ir para ver quais documentos são necessários para ele vir para Brasil morar comigo? e ele pode vir com visto de visitante e dar entrada no casamento com esse visto? Estou perdida, nao consigo informações exatas… me ajude por favor. .. obrigada.

    • Parece-me que Bangladesh, país vizinho à Índia, tem sua jurisdição sob a Embaixada do Brasil em Nova Délhi, capital da Índia. Ele pode pedir visto turismo e então casar aqui com você, desde que traga toda a documentação necessária. Mais informações, você pode obter lendo com atenção os diversos posts aqui do blog.

      Boa sorte!

  10. Finalmente um post esclarecedor acerca desse assunto! Obrigada! O mais burocrático hoje em dia, é legalizar o tal documento suíço do noivo no consulado brasileiro, estou nesse passo atualmente. Parece-me que desde dia 14 de Agosto mudaram umas questões e estou com dificuldade de saber aonde levar os documentos pois me parece que não é mais no consulado. Enfim, vou entrar em contato com o consulado. Também achava que poderia já levar o documento já traduzido da Suíça mas talvez seja melhor traduzir no Brasil…

  11. Olá, meu noivo não mora aqui no Brasil, mas ele virá para cá para nos casarmos aqui no Brasil e então ele voltará para o seu país (EUA atualmente onde ele mora), ele está em processo de virar americano, pois ainda é lituano, então preciso saber se é possível ele vir ao Brasil e se casar comigo aqui e ele voltar para os EUA. Quero muito oficializar o nosso relacionamento agora.

    • Olá, George. Sim, é possível. Ele terá de vir com visto de turista. Para o casamento, seria interessante você reler as orientações desta publicação e também todos os comentários dos leitores, acredito que te ajudará a ter uma ideia geral do processo. Um abraço.

  12. Oi, seu blog é ótimo e tenho certeza que está ajudando muita gente!

    Mas eu e meu noivo (que é Frances) estamos com uma dúvida que você talvez possa mos ajudar. Depois de muito ir em cartorios e dor de cabeça conseguimos chegar na lista de documentos certinha parecida com essa que você postou. Mas o grande problema pra dar entrada no casamento tem sido no cartorio de registro de titulos e documentos que cada hora informao uma coisa diferente e parecem nao saber nada ao certo. Enfim, ele vai precisar registrar: a certidao de nascimento dele, passaporte (copia autenticada) e um comprovante de residencia na frança, todos devidamente legalizados na Franca e traduzidos e juramentados aqui. E também ele precisaria registrar a certidao de estado civil (consularizada, legalizada, traduzida e juramentada). Porem a nossa duvida é: foi recomendado pra gente pelo consulado da Fr no Brasil que a declaração de estado civil nós dessemos entrada e pegassemos aqui pois facilitaria pra eles depois oficializarem o casamento, porém, quando eles entregarem pra gente esse documento em português precisaremos legalizar ele?! Ou ele ja é automaticamente legalizado já que foi “produzido” aqui?! Meu medo é chegar com esse doc pra registrar no cartório e eles implicarem que nao foi legalizado.. Obrigada!

    • Olá! Acredito que por estar em português e com os carimbos da embaixada, não haverá maiores problemas. Mas como os cartórios são uma caixinha de surpresas, o ideal é que você se informe no cartório onde fará toda a documentação certinho, eu realmente não tenho como te garantir isso. Veja tudo antes para não ter surpresas. Às vezes é um pouco estressante e cansativo ficar correndo para lá e para cá, mas se é com o intuito que dê tudo certo na hora de submeter os documentos para abertura do processo de casamento, acho que vale a pena o esforço. Um abraço!

  13. Olá, tudo bom? Me chamo Adriano, tenho 20 anos e recentemente estava buscando por informações precisas na internet
    sobre casamento c/ estrangeiro.
    Milagrosamente cai no seu blog, por favor me tire algumas dúvidas urgentemente!

    Tenho 20 anos { brasileiro } minha noiva tem 21 { Romena }

    – Ela vai vir para o brasil para nos casarmos em um consulado da romena -cartorio/consulado-

    – Pode me explicar como é o processo, aplicação, quais documentos necessários etc. Quanto tempo leva e tudo mais POR FAVOR!!

    Conclusao: vamos viver na romena, a partir do momento q nos casarmos eu “ganho” a residencia e/ou eu posso da entrada na cidadania romena assim que eu estiver lá? como funciona?

    POR FAVORRRR ME RESPONDA DA FORMA MAIS CLARA POSSÍVEL, OBRIGADO!!!!!!!!

    • Olá! Desculpe, não sei quais são os requisitos para se casar no consulado romeno, mas recomendo fortemente que entre em contato com a repartição para ter informação detalhada, é sua fonte mais segura, sem dúvida alguma. Ela pode vir ao Brasil casar, sim, como você pôde perceber ao ler a postagem. Acho que toda a informação mais importante sobre casamento nos cartórios brasileiros está no corpo do texto e nos comentários do post. Quanto à residência romena, mais uma vez só a repartição consular romena no Brasil para te esclarecer acerca dos procedimentos. Boa sorte!

  14. Boa noite!!
    Por favor!Vivo no Brasil e meu noivo mora no México. Vamos nos casar no México,quais os documentos que necessita?Lá no cartório eles não dão uma lista de documentos,falam só por “cima”eu quero uma coisa concreta,pois tenho que ir no consulado Mexicano que é no Rio de Janeiro e é com muita dificuldade pois eu moro no interior da Bahia.Por favor me ajude!!Obrigada,

    • Puxa, Norma, eu realmente não sei o que precisa para casar lá, meu marido é asiático. Você poderia ligar para a Embaixada Mexicana ou pegar as informações com outras brasileiras casadas com mexicanos.

      Um abraço e tudo de bom pra você!

  15. Parabéns pelo site…..muito interessante e importante.
    Bem eu gostaria de uma orientação se estiver ao seu alcance, andei lendo mas não notei perguntas no mesmo sentido o qual eu preciso…..bem, sou brasileiro, tenho uma namorada americana, estamos tentando nos casar por lá mas já fui barrado uma vez e outra um visto negado .. Não deixaram eu entrar com passaporte italiano, e um pedido de visto de turista negado….assim então ou ela vem pra cá e nos casamos, ou ela requisita um visto tipo fiancee K1 , o qual me autorizariam a entrar para realizarmos o casamento…..é isso mesmo ?…….e uma terceira possibilidade seria de ela estando por lá enviar os documentos à embaixada brasileira lá nos estados unidos, então, via embaixada com os selos necessários eu receberia esses documentos via embaixada no brasil e assim faria os trâmites civis necessários ( traduções juramentadas e reconhecimentos por tabelionatos e etc ) e marcaria a data do casamento onde ela viria próximo da data pra nós celebrarmos o matrimonio (na presença de um juiz ou advogado com reconhecimento internacional)……seria isso ?
    Estamos pensando nesta última possibilidade…..se isso proceder…..sabe exatamente os documentos necessários, se precisamos de auxílio jurídico ou daria pra irmos nós mesmos movendo os documentos ?….Já fui num cartório civil e recebi uma listinha a qual é citada acima….Teria ideia sobre essa possibilidade ?
    Agradeço a sua atenção….muito obrigado….
    atte
    Everaldo

    • Olá, Everaldo!

      Procede, sim, a informação sobre o visto de noivado para os Estados Unidos, mas você teria de se informar melhor com quem manja do assunto, porque eu não manjo nada. Sei que isso é possível porque já li relato de várias pessoas que se casaram assim.

      Sua namorada também pode vir ao Brasil com visto de turista e casar-se com você. O procedimento é o mesmo daquele descrito aqui neste post.

      Acho que qualquer dessas duas opções são ótimas, a terceira opção parece um tanto complicada, mas de repente alguém já fez isso e poderia opinar com mais propriedade.

      Um abraço e tudo de bom!

  16. olá gostaria que alguém me ajudasse…
    estou noiva de um cidadão Português e vamos casar no Brasil,mas na documentação necessária eles pedem essa tal declaração de solteiro que pelo o que entendi não tem a ver com a certidão de nascimento que ele precisa apresentar,certo???
    Ele já tem toda documentação necessária,com exceção,desta bendita declaração de solteiro,pois o cartório lá m Portugal diz que não sabem que declaração é esta,que eles não dão este tipo de declaração e que a certidão de nascimento dele já declara que ele solteiro e que nunca foi casado.Nós dois e toda nossa família entendemos que isso é óbvio,pois ele realmente nunca foi casado,por isso tem que apresentar a certidão de nascimento. Mas o cartório aqui no Brasil,me fala que ele tem que retirar isto em algum lugar,porque existe sim e se aqui eles emitem essa declaração,lá também vão ter que emitir.
    Gente pelo amor de Deus,alguém pode me ajudar,pq eu ainda nem casei e já estou quase me divorciando por uma coisa que acho q não tem cabimento. A certidão de nascimento é ou não é um documento que já prova que ele é solteiro? Até porque se ele fosse casado,divorciado ou viúvo o cartório já não ia emitir uma certidão de nascimento,iam emitir uma certidão de casado,divorciado ou de viúvo com a averbação,certo??
    A certidão dele está atualizada,tem menos de 1 mês que ele retirou no cartório da cidade em que foi registrado e até onde sabemos,quando a pessoa é solteira e vai casar,o documento que comprova isso é a certidão de nascimento.
    Afinal,só a certidão é o suficiente e serve como declaração de solteiro?

    • Olá Fernanda, que eu me lembre esse atestado de estado civil é tirado no consulado. Ele está em Portugal? Pede para ele se informar no Consulado Brasileiro de lá ou você pode ver no Consulado Português daqui.

  17. Ola, gostei muito das suas explicações, o meu caso é parecido com alguns aqui entretanto, tem diferenças.
    Eu sou norte-americana, porém moro no Brasil a minha vida inteira, tenho 21 anos e moro aqui há 20. Fiquei noiva há 2 anos e pretendemos nos casar esse ano (2016) , ele é brasileiro. Daqui a um ano ou dois pretendemos morar nos EUA, ai é a minha dúvida, para ele conseguir o Green Card, e ir morar lá sem problemas, nós temos que casar lá, ou aqui no Brasil?

    Agradeço a atenção desde já.

    • vcs podem casar aqui, e depois reconhece o casamento lá nos EUA, normalmente é assim; Mas esse tipo de dúvida é melhor vc esclarecer no consulado americano, eles vão te instruir

    • Sugiro que faça uma rápida pesquisa no blog, é possível que você obtenha algumas informações de seu interesse. No entanto, meus relatos aqui são baseados em um imigrante regular. Você deve considerar qual a situação de seu marido, se possui visto de trabalho, turismo ou refugiado, pois refugiados obtêm os documentos por meio de um processo muito mais célere, rápido, mas sobre o qual não tenho conhecimento algum.

  18. olá pessoal…estas perguntas e respostas ajudam bastante!
    Tenho observado algumas pessoas se casando por meio da Procuração. Minha duvida é quem deve preparar a procuração?
    O estrangeiro em seu pais de origem e depois enviar ou alguém da família da noiva irmãos/parentes) pode ir no cartório da cidade (SP/Brasil) e solicitar?

    Meu namorado é Português, após a Procuração feita ele tem liberação para vim ao Brasil a qualquer momento independente se esta no período que se diz não poder entra no Brasil por deixar o visto vencer na ultima vinda ao BR e continuamos com a preparação do casamento?

    • Fabi o estrangeiro é que deve fazer a procuração no país dele; vc tem q se informar no cartório correspondente à sua residência com relação aos documentos necessários, pq muda de acordo com cada cartório. Eles vão te dar o modelo da procuração, vc envia para seu namorado fazer em algum cartório, tem q ser exatamente como no modelo, ou eles vão rejeitar.

  19. Olá! Obrigado pelo artigo, mas tenho ainda uma dúvida na cabeça, sobre a declaração de residência. Vou me casar com uma coreana, no cartório me informaram que como ela é turista no Brasil, precisaria da declaração do endereço dela, mas na Coréia! No consulado disseram que não podem ajudar com isso. No seu artigo você fala sobre o endereço no Brasil, mas isso vale se a pessoa é “turista” aqui?

    Obrigado
    Raphael

  20. Boa Tarde,

    Primeiramente parabéns pela clareza nas informações.
    Tenho algumas dúvidas espero que possa ajudar-me.

    1 -Tratando-se de casamento (União) homo afetivo com um estrangeiro muda alguma coisa?
    2 – Quanto aos documentos necessários para estrangeiro, ele mora aqui, existe alguma forma de adquiri-los estando no Brasil?
    3 – Meu companheiro esta aqui a trabalho, concretizando nossa união no brasil, e acabando a missão dele, ele obrigatoriamente teria que regressar ao país ? (Cuba)
    4 – Sabemos que Cuba não legalizou ainda a união de pessoas do mesmo sexo, como ficaria isso diante de nós. Ou de meu companheiro?
    5 – O mesmo trabalha na Missão mais médico do Gov. implicaria em alguma coisa? qual?

    Desde já muito obrigado.

    • Olá, André! Algumas de suas perguntas são complicadas, mas tentarei ajudar na medida do possível! O casamento homo-afetivo goza, atualmente, do mesmo status do casamento hétero, sendo assim, acredito que os cartórios solicitam os mesmos documentos de outro casamento com estrangeiro qualquer. Para clarificar totalmente sua pergunta, apenas o cartório de sua comarca para esclarecer. Há variações de documentação solicitada de um cartório para outro. Com relação aos documentos de seu companheiro, se não tiver os originais, de repente a Embaixada de Cuba no Brasil pode ajudar. Quanto às demais perguntas, infelizmente não tenho como ajudá-lo, pois não faço a mínima ideia. Mas sei que na internet há muitos blogs sobre pessoas em relacionamento com cubanos, de repente eles podem ajudá-lo.
      Um abraço!

  21. Eu sou moçambicano, e aqui a lingua oficial é o portugues, sera que os meus documentos tbm precisam de um tradutor? E outra eu moro com a minha mae e a minha namorada mora no Brasil, decidimos nos casar no Brasil, e eu ñ tenho um trabalho aqui e nem condiçoes de solicitar o visto, ela vai mandar a carta convite, é necessário que ela expecifique na carta que eu venho a Brasil pra casar ou nem por isso???

    • Olá, Belmiro! Não sei como é o processo de solicitação de visto em seu país. Algumas embaixadas em determinados países são mais rígidas, outras bem mais flexíveis, isso depende bastante da situação econômica da nação. Você terá de dar uma boa pesquisada na internet para se informar como são as coisas em seu país.Em relação à carta convite, ela é um extra apenas, e a informação sobre os motivos de sua viagem são irrelevantes, o que ela garante é que a pessoa que está te convidando arcará com todas as suas despesas, caso seja necessário.

  22. Olá, Boa tarde!

    Eu me casei no civil com um estrangeiro em seu país de origem e onde residimos atualmente. Agora estamos planejando fazer a cerimônia religiosa e a festa no Brasil. À parte, disso gostaria de saber se devemos registrar o casamento no Brasil, e se devemos, como fazer o registro, pois acredito que seja necessário o registro brasileiro do casamento para a cerimônia religiosa.

    Agradeço desde já.

  23. Por favor me ajude, eu sou peruana meu noivo do brasil, mas cá pidem o que voce diz a certidao de nacimento legalizdo pelo Consulado Peruano no brasil, mas tambem a tradução juramentada do documento, e aí nao se onde se faz, se no Peru ou no Brasil, pues o consulado nao faz traducoes.

  24. Olá, desde já, parabéns pelo site!!! A minha dúvida é: Eu vou me casar no brasil através de procuração e minha esposa é italiana e mora em Londres. No cartório da minha cidade, eles pedem o cpf dela… É obrigatório o estrangeiro ter um cpf para casar e como elas está na europa, ela poderia tirar no consulado brasileiro da Inglaterra ou eu poderia fazer para ela? Desde já muito obrigado.

    • Puxa, infelizmente não posso te ajudar, porque eu realmente não sei como é o procedimento para tirar o CPF sem ser pessoalmente. Tem certeza que o CPF é necessário para ela se casar com você? Já tentou achar algum outro cartório com documentação mais flexível?

      • Infelizmente só tem um cartório na minha cidade… Mas o que me informaram é que sem o número do cpf do da minha esposa, eles não conseguiriam nos registrar. Mas obrigado pela atenção.

  25. Estou com problemas e gostaria de saber algumas informações.
    Vou me casar no Paquistão e gostaria de saber se após o casamento meu marido poderá vir comigo para o Brasil

  26. Ola boa tarde, eu li todo seu post e achei muito bom, mas ainda tenho muitas duvidas em relação ao casamento, namoro com um holandês a 6 anos, ele vem aqui sempre que pode e agora nos decidimos nos casar, gostaria de saber se e mais viável eu ir ao seu pais e casar ou casar aqui mesmo? Eu li que casando aqui o processo e bem burocrático, preciso de uma luz, aproveito os tres meses que vou para la caso ou caso aqui assim que ele vim? Sei que depois vou ter que sofrer demais para conseguir a permanência la, mas vale a pena por ele…

    • Olha, isso é bastante relativo. Eu sempre digo que o visto permanente para estrangeiros é mais fácil solicitar no exterior, já quanto ao casamento é preciso analisar qual a documentação solicitada. Sei que para brasileiro casar com um britânico lá na Inglaterra é bem complicado, sendo mais fácil casar aqui. Já em meu caso, achei mais fácil casar no país de origem de meu marido, por isso é preciso analisar bem o que é solicitado em cada país.

      • Boa noite,
        Meu noivo é jamaicano, mas a família dele e ele foram viver em Londres há mais de 30 anos. Então ele já é cidadão britânico. Fui ao cartório mais próximo de minha casa em Jacarepaguá – RJ e lá fui informada de que ele precisa trazer a certidão de nascimento e fazer uma declaração de que é solteiro, que deverá ser traduzida por um tradutor público juramentado. Me informaram também que essa declaração é feita no consulado britânico do RJ, mas eu liguei pra lá e o consulado disse que é a polícia federal que faz. Fui na polícia federal e o rapaz que me atendeu disse que é loucura, pois como a polícia federal vai declarar que um cidadão que vive em outro país é solteiro ou não? Ficam me jogando pra lá e pra cá, uma verdadeira sacanagem! Meu noivo vem ao RJ daqui há menos de duas semanas e eu preciso dizer “exatamente” o que ele precisa trazer, mas tá difícil, pois parece que ninguém entende sobre nada disso! Nosso casamento cerimônia e festa) será em outubro e eu não sei se ele precisa de uma segunda via da certidão, o que deverá ser difícil, já que ele é jamaicano, mas mora em Londres há décadas. Se precisa autenticar ou fazer e trazer algo específico de lá para nós casarmos aqui no BRASIL. Iremos casar aqui, mas eu é que vou morar lá, pois ele não pode abandonar o próprio negócio dele que rende bons lucros. Me ajude, pelo amor de Deus…

        • Com certeza não é a Polícia Federal quem emite essa declaração de solteiro. Se eu fosse você, tentaria trazer essa declaração já da Inglaterra, assim como cartórios fazem essa declaração aqui, com certeza devem fazer lá. Então você faz uma tradução juramentada disso.
          Deve haver outras opções, mas eu não entendo muito sobre isso. Se alguém souber de um jeito mais, fácil, a dica será bem-vinda.

  27. Olá, manual. Parabéns pela iniciativa desse site, era algo que eu estava procurando muito, e vejo que tem ajudado várias outras pessoas. Porém, ainda me restam muitas dúvidas, peço que, por gentileza, me ajude. Vou dividir minhas perguntas por números para facilitar a compreensão dos pontos a que quero chegar e a sua resposta.

    Sinceramente, quanto mais eu leio sobre o assunto, mais confuso eu fico. Cada site diz algo diferente do outro, a legislação contradiz com a prática, várias perguntas ficam sem resposta, é uma coisa muito maluca.
    1 – Em primeiro lugar, a legislação não inclui o matrimônio como uma das formas de adquirir o visto, apenas como forma de acelerar a naturalização. Mas a própria embaixada mostra o regulamento para conseguir o visto através de matrimônio, e se tem muitas notícias de casamentos falsos pra estrangeiros conseguirem visto, além dos relatos aqui do site. Aí eu não sei de mais nada. É assim mesmo que funciona isso?

    Em segundo lugar, deixe eu explicar minha situação:
    Eu quero casar com uma mulher da Arábia Saudita.
    Pelo que eu entendi, você sugere que ela pegue um visto de turista ou outra forma de entrar no país, para depois casarmos aqui e ela conseguir o visto permanente, certo?
    2 – Pelo site da embaixada do Brasil no país, existe uma opção de visto permanente por matrimônio:
    http://www.brazemb-ksa.org/consular-section/visa-inofrmation/40-english-category/consular/104-visa-permanent-family
    Mas isso só se aplica se o matrimônio JÁ tiver sido feito lá ou aqui, ou ele pode acontecer durante o processo?
    3 – E se o caso for de ela primeiro pegar o visto de turista, o site traz uns requerimentos absurdos:
    http://www.brazemb-ksa.org/consular-section/visa-inofrmation/40-english-category/consular/100-tourist-visa
    Até confirmação de hotel? Mas ela vai ficar na minha casa. Cartão internacional? Ela nem tem isso. Além disso, segundo a legislação brasileira, só se pode conseguir visto de turista se tiver também pago a viagem de volta de avião. Ela não vai voltar e mesmo assim precisa pagar a passagem?
    O que fazer quanto a isso tudo?

    4 – E aí eu chego a uma grande problemática da questão, que ela quer vir sem o consentimento dos pais. Até onde sabemos, mulheres não podem sair do país sem uma autorização do pai, mas o site da embaixada não menciona absolutamente nada sobre isso. E essa falta de consentimento leva à minha última dúvida:
    5 – É possível uma cidadã da Arábia Saudita pegar o avião em Bahrain e requisitar o visto por lá ao invés do país de origem?

    Grato.

    • Olá, Plínio, tudo bem? Respondendo às suas perguntas:
      1 – Você disse o seguinte: “Em primeiro lugar, a legislação não inclui o matrimônio como uma das formas de adquirir o visto, apenas como forma de acelerar a naturalização” – visto e naturalização são processos distintos. Onde foi que você leu que não dá para solicitar visto baseado em reunião familiar? Seja lá onde você tenha lido, o que importa é que pode, sim, e ponto.

      2- “Em segundo lugar, deixe eu explicar minha situação: eu quero casar com uma mulher da Arábia Saudita. Pelo que eu entendi, você sugere que ela pegue um visto de turista ou outra forma de entrar no país, para depois casarmos aqui e ela conseguir o visto permanente, certo?” – Certo, é isso mesmo, ou vocês podem casar no país de origem dela.

      “Pelo site da embaixada do Brasil no país, existe uma opção de visto permanente por matrimônio:
      Mas isso só se aplica se o matrimônio JÁ tiver sido feito lá ou aqui, ou ele pode acontecer durante o processo?” – não pode acontecer durante o processo, pois o que o habilita a solicitar o visto permanente é o casamento em si.

      3 – “E se o caso for de ela primeiro pegar o visto de turista, o site traz uns requerimentos absurdos:
      Até confirmação de hotel? Mas ela vai ficar na minha casa. Cartão internacional? Ela nem tem isso. Além disso, segundo a legislação brasileira, só se pode conseguir visto de turista se tiver também pago a viagem de volta de avião. Ela não vai voltar e mesmo assim precisa pagar a passagem?
      O que fazer quanto a isso tudo?”

      Visto de turista significa que o sujeito vai fazer turismo, gastar bastante dinheiro no país e depois vai voltar para casa. Algumas embaixadas solicitam mais documentos e outras menos. Frente à mínima desconfiança que o sujeito não pretende voltar, eles não concedem o visto de turista mesmo. Então se a sua noiva não tem nada disso, é melhor começar a providenciar. Não são requerimentos absurdos, quem faz turismo precisa ficar em um hotel, ter cartão, dinheiro, bilhete de retorno e tudo o mais. É assim que a gente faz quando fazemos turismo em qualquer lugar, certo? Se a “turista” vai ficar em sua casa, ela precisa apresentar alguns documentos extras que a embaixada provavelmente irá solicitar. Não sei quais são.

      4 – E aí eu chego a uma grande problemática da questão, que ela quer vir sem o consentimento dos pais. Até onde sabemos, mulheres não podem sair do país sem uma autorização do pai, mas o site da embaixada não menciona absolutamente nada sobre isso. E essa falta de consentimento leva à minha última dúvida:
      5 – É possível uma cidadã da Arábia Saudita pegar o avião em Bahrain e requisitar o visto por lá ao invés do país de origem?

      Bem, se ela reunir todos os documentos e o visto ser concedido, está tudo ok, o problema é na hora dela embarcar, de repente os agentes de imigração do aeroporto podem impedir, mas vocês terão de pesquisar o assunto exaustivamente na internet, procurar por pessoas que passaram pela mesma situação e tal. Como você bem sabe, a Arábia Saudita é um dos países mais fechados do mundo, então não adianta se desesperar e querer acelerar as coisas, é preciso ir com calma e cautela.

      Sobre requerer o visto no Bahrain, não esqueça que é preciso comprovar residência na jurisdição da Embaixada do Brasil, então acho que não seria uma opção.

      • Obrigado pela resposta.
        Pois é, então estamos mesmo enrascados com uma situação praticamente impossível.
        Ainda vamos tentar ir atrás, mas considerando como o pai dela jamais deixaria ela ter cartão de crédito, sair de casa sozinha e muito menos casar com um estrangeiro, acho melhor já começarmos a nos preparar pra desistir.

        • Capaz, se começar as coisas se sentindo derrotado, aí é que não dá certo mesmo. Você tem de se preparar para pesquisar muito, correr atrás e fazer as coisas acontecerem se isso é mesmo um desejo do fundo do seu coração. Tenho certeza que você achará uma solução.

          • Desculpa o pessimismo da resposta, hahaha, eu só precisava de um pouco de tempo e esperança pra me recuperar.
            A situação na Arábia Saudita é extremamente complicada, mulheres não podem nem sair do país sem uma permissão do pai ou do marido, e sequer falar com o pai dela já está fora de cogitação. Ele também não deixa ela ter conta bancária e cartão de crédito para pegar o visto, e muito menos deixaria ir até a embaixada e à delegacia (pra pegar os antecedentes criminais).
            Mas estivemos pesquisando e conversando bastante nesses últimos dias e conseguimos achar algumas alternativas. Em primeiro lugar, dá pra substituir a reserva do hotel por uma carta convite minha.
            Em segundo lugar, ela tem um passaporte americano, com o qual ela costuma viajar pra lá uma vez por ano – e para isso o pai dela assina a autorização deixando ela sair do país -, então estamos pensando que seja mais fácil ela pegar o visto por um consulado de lá, que segundo essa página
            http://losangeles.itamaraty.gov.br/en-us/tourism_visa.xml
            nem exige conta bancária e cartão de crédito. A única coisa que falta é ela tirar a carteira de motorista, coisa que ela já planejava fazer de qualquer forma. O problema vai ser que ela vai precisar ficar na casa de uma amiga até conseguir o visto e chegar a data do vôo, e sabe-se lá o que o pai dela é capaz de fazer.

            E caso ela tente pela Arábia, também conseguimos ajuda do irmão e da cunhada dela, que ajudariam ela a fugir para Dubai para pegar o avião (tendo comprado a passagem anteriormente e apresentado na embaixada pra pegar o visto). Mas a dificuldade de conseguir os documentos continua, teríamos que ver como eles podem ajudar.

            O casamento por procuração parece que pode ajudar em alguns pontos, mas como você mesma disse, infelizmente não ajuda a tirar o visto. Vou procurar mais a respeito depois.

            • Nossa, parece enredo de novela da Glória Perez rs…

              Vale lembrar que uma certidão de casamento com brasileiro permite que a pessoa solicite diretamente o visto permanente, sem necessidade de solicitar o visto de turista, pense nisso.

              Vocês se conhecem pessoalmente ou apenas pela internet? Desculpe a indiscrição, mas pergunto porque por ser um país e uma cultura extremamente fechada e machista, absolutamente nada pode dar errado, ou ela poderá sofrer as consequências pela eternidade. Logicamente você deve ter consciência disso, então minha humilde sugestão é que vocês se conheçam primeiro, caso essa seja a situação, para então avançar para passos maiores e mais sérios.

  28. Ola sou casada civilmente com um neozelandês ele estava morando aqui no Brasil mas por falta de emprego resolvemos morar no país dele mas não deu muito certo agora ele quer voltar para o Brasil mas não tem o visto ele pode vir com a passagem só de vinda e aplicar o visto quando chegar no brasil?

  29. Olá boa tarde queria saber se para um estrangeiro, que ja esta residente no Brasil e tem RNE, os documentos exigidos para casamento civil sao os mesmos ?
    Obrigada

  30. Olá .
    Nao sei se meu caso é muito diferente do que vc ja tenha visto mas é o seguinte :
    Estou noiva de um canadense , queremos casar mas meu pedido de visto de turismo pra la foi negado , ele tem um visto de turismo pra entrar no Brasil , mas por enquanto ele nao quer voltar aqui por motivos pessoais …ai vai … eu posso ir a Portugal junto com ele e casarmos la e/ou podemos casar cada um em seu pais através dos consulados , tipo ele assina os papeis no consulado brasileiro la e eu assino os meus papeis no consulado canadense aqui ?
    Agradeço desde já
    ps. adorei o blog 😉

    • Olá, Roseane, tudo bem?

      Quanto a casar em Portugal eu realmente não faço ideia dos procedimentos e nem sei se é possível isso, algum de vocês tem cidadania portuguesa? Uma alternativa seria você se casar por procuração, tem um post sobre isso aqui no blog. Mas seu destino final seria mesmo o Canadá? Pois casar por procuração e logo em seguida solicitar visto para o país baseado em casamento pode não ser bem visto pela embaixada canadense. Mas isso são apenas ponderações minhas. O ideal é procurar alguém que seja casado com canadense para se informar melhor.

      Um abraço e tudo de bom!

  31. Bom dia, eu tenho uma pergunta.
    Ja estamos com todos documentos necessários para casamento civil(eu sou estrangeiro). Eu queria que minha amiga da infancia (da Europa) seja minha testemunha. Quando foi no cartório primeira vez, dizerem que precisa só passaporte e agora estão dizendo que precisa também CPF. CPF e obrigatório para ser testemunha estrangeira? Se é obrigatório ,posso trazer uma semana antes de casamento civil?
    Obrigado

    • Não sei dizer se este documento é realmente obrigatório ou não, o que eu sei é que o CPF é muito fácil de se obter, não há maiores problemas, em uma tarde, praticamente, o documento estará pronto. Sugiro que dê uma olhada no post “Como obter CPF e Carteira de Trabalho”. Entretanto, quanto antes fizer, melhor.

    • Boa tarde Tomas, de que país da Europa você é? Eu e meu namorado queremos nos casar, ele é Escocês, mas pediram um “certificado consular” e aqui no consulado britanico do Rio de Janeiro ninguém sabe o que é isso. Sera que voce pode nos ajudar?

      Muito Obrigada.

      • Eu sou da Eslovaquia. Eu foi na embaixada eslovaca e eles me imprimiram uma inscrição consular – com meus dados, nomes do minha mãe e pai, dizendo que estou registrado na Embaixada eslovaca. Porque Eslovaquia não tem certificado sobre estado civil.

  32. Sou casada com um estrangeiro a 5 anos. Agora a poucos dias, soube atraves de uma amiga que preciso de um documento de confirmacao de casamento para que o mesmo tenha alguma validade fora do Brasil. A certidao de casamento nao vale de nada? essa informacao procede?

    • Você casou no Brasil ou no exterior? Achei a informação repassada por sua amiga um pouco confusa. Se você casou no exterior, dê uma olhada no post “Registro de Casamento Consular”, talvez esclareça suas dúvidas.

  33. Olá, eu queria saber sobre o seu caso (o casamento do brasileiro fora do brasil) meu noivo e eu queremos nos casar no meu pais (El Salvador) mas morar lá no Brasil.

    Eu perguntei para minha advogada e falou que ele precisa ter o certidão de nascimento e uma declaração de estado civil, então nos queremos saber quanto tempo é a demora para ter esses papéis, e onde ele tem que pedi-los, ele nasceu em Ibirubá – RS mas mora em Cuiabá – MG.

    A gente tem data de casamento aqui em El Salvador no dia 21 de fevereiro do proximo ano, e vamos para o Brasil em março depois do casamento.

    O que temos que fazer depois?

    Obrigada.

    • Escrevi uma publicação sobre casar-se no exterior, é só fazer a pesquisa aqui no blog, já escrevi um pouco sobre isso, mas leve em consideração que cada país difere em relação aos requisitos para casamento civil. Quanto ao que fazer depois, também há vários posts falando sobre o assunto aqui no blog.

      Sobre a documentação de seu marido, tudo é obtido em cartório. É bom ligar para o cartório onde ele foi registrado quando nasceu para ver como eles fazem para mandar uma certidão de nascimento atualizada sem que vcs precisem ir pessoalmente até lá. A declaração de estado civil eu nunca fiz, mas sei que há bastante informação sobre isso na internet, é só fazer uma busca no Google. Não esqueça que todos esses documentos devem ter sido expedidos há, no máximo, 6 meses, é bom conferir na corte onde vcs se casarão lá em seu país.

  34. OLA SE PARA CASAR NAO PRECISA DE VISTO COMO ELES NAO DERAM O VISTO PARA MEU NAMORADO QUE VIVE NO PAQUISTAN ELE FEZ TODOS OS DOCUMENTOS E TINHA AS PASSAGEM DE AVIÃO VINDA E VOLTA E O CONSULADO NAO DEU SEU VISTO O QUE POSSO FAZER VOCE PODE ME DIZER O PODE ME AJUDAR SO VI QUE ELE TEM FAZER UMA DECLARAÇÃO DE SOLTEIRO AINDA

    • Olá Evani,

      Acho que você está confundindo um pouco as coisas, casar é um procedimento, tirar visto para entrar legalmente em um país é outra.
      Provavelmente seu namorado não conseguiu provar renda suficiente que justificasse uma viagem turística ao Brasil. A embaixada do Brasil no Paquistão é bem rígida em relação a isso.
      E para se casar, um dos documentos solicitados é a cópia do visto válido ou identidade, em casos em que o sujeito seja originário de algum país que esteja isento do visto, como de países do Mercosul.

  35. Olá, boa noite!!
    Queria saber o que faço, pois meu noivo é da França, mora em Nice e me falou que lá eles não dão declaração de solteiro, pois a certidão de nascimento é o que basta, foi o que lhes informaram? Eles alegam que se você tem a certidão de nascimento ainda é porque nunca casou

    • Margareth, meu noivo também é Francês e entregamos nossa documentação no cartório no último dia 29. O que ele fez foi uma “declaration sur l’honneur”, de próprio punho, declarando que ele não é casado. Essa declaração foi levada na Maire (prefeitura) da cidade onde ele mora para autentificar a assinatura dele. No cartório aqui de Brasília, esse documento foi aceito sem problemas.

  36. Ola boa noite, preciso de ajuda pois não sei o que fazer, meu namorado é brasileiro, mas com o tempo ele perdeu a nacionalidade brasileira , agora os documentos dele é holandes, ele chegou no brasil e queriamos morrar juntos, ele foi na policia federal e lá informaram que ele tem que voltar para a holanda e aguardar lá, até sair o pedido de nacionalidade de volta. o que podemos fazer para ele ficar aqui? eu sou separada mas ainda não me divorciei. obrigada.

    • tenta se casar com ele ( ele sendo holandes ) mas creio que ele vai ter que voltar para Holanda para pegar os documentos do casamento, a nao ser que a mae dele possa pegar, sei la

  37. Necessito de ajuda,meu noivo é cubano e divorciado,eu sou brasileira e solteira,quero me casar em Cuba por procuração, mas já percebi que asimformaçoes buscadas são tão imensamente controversas, que depois que eu pensei que sabia o que fazer, me sinto perdida!soube que preciso de dois documentos,uma procuracao por poder e um escritura declarando que sou solteira, e que esses documentos passam pelo ” consulado brasileiro”.. Seria isso?ou to mais perdida ainda?só que nao tem consulado brasileiro no Brasil, enato qual é o órgão que devo buscar?me ajude por favor!grata

      • Sim, na verdade preciso do escritura de declaracão de solteira e da certidão de nascimento atualizados e traduzidos para o espanhol por tradutor juramentado, após isso, os documentos são legalizados no Itamaraty, que não cobra por isso…logo depois, serão legalizados no consulado de Cuba no Brasil, que cobra taxas “simbólicas” de R$ 440,00 para legalizar cada documento..no final o custo é de 2.000 pelos 5 documentos que vou precisar! 😦
        Só tenho uma dúvida…ele poderá sair do país estando casado comigo?

        • Pois então, também achei que as taxas consulares praticadas pela embaixada cubana estão bem salgadinhas.

          Teoricamente após estarem legalmente casados, seu marido estará apto a solicitar o visto permanente, o único porém é o próprio país, Cuba é um caso complicado, não? Eu realmente não sei como as coisas funcionam lá, parece ser tudo tão difícil!

  38. Olá! Sou brasileira e moro no Chile com meu noivo (que é chileno) há 1 ano. Decidimos nos casar aí no Brasil.
    Já vi no início do teu blog que o melhor para dar entrada na Habilitaçao de casamento é ir ao Brasil. Porém, vai ficar um pouco complicado por questao de tempo x custo, já que nosso casamento será em Fevereiro.
    Pode explicar melhor como funciona o proceso de procuraçao, e neste caso, serve a procuraçao para os dois ou somente para o meu noivo? Eu estaria que estar no Brasil?
    Muito obrigada!

    • Acredito que para não haver confusão, o ideal é que cada um faça sua procuração para que outra pessoa dê entrada no processo de habilitação para vocês. Peça a ela que vá ao cartório onde vocês se casarão para coletar as informações exatas.

  39. Oi, meu nome è Màrio e moro em Mexico; estou namorando com uma brasileira e queremos nos casar em Brasil mas eu tenho as seguintes perguntas e agradeço a ajuda que vc pode me dar: a) sou viùvo sim estar casado novamente; tenho que apresentar algum documento de isto tirado em Mexico?: b) minha residencia original è e seguirá sendo em Mexico , que documento posso levar que tenha validade para esta ceremonia?; c) Que è isso de certidao de partilha de bens???….Obrigado por tudo e me desculpa por meu portugués.

    • Olá Mário,

      Você precisa apresentar documento provando seu estado civil, seja você solteiro, divorciado ou viúvo, só não pode ser casado, e é justamente por isso que você deve apresentar esse documento. Aqui no Brasil as pessoas utilizam-se da certidão de nascimento atualizada se solteiro ou certidão de casamento averbada e atualizada, ou seja, com as anotações caso seja divorciado ou viúvo. O documento utilizado no México para comprovar o seu estado civil atual é o documento que vc deve trazer.

      Sobre comprovante de residência, já foi explicado várias vezes aqui neste mesmo post…

      O que exatamente vc precisa saber sobre certidão de partilha de bens?

  40. Obrigada meu anjo.., mas estou meio perdida…
    Conheci meu futuro marido na Internet, ele é Italiano e já esteve aqui no Brasil epara nos conhecermos pessoalmente, pois nosso relacionamento virtual já tinha quase um ano e meio…
    Ele não quer viver mais na Italia, diz que o Brasil lhe dará mais oportunidade ade trabalho alé dele desaparecer daqueles 11 meses de inverno bruto..
    Ele este aqui dia 29 de setembro deste ano e retorna dia 22 de fevereiro de 2014…
    ele se separou na Iatlia e tem una filha de 2 anos, não sei como isso pode ser feito, pois ele precisa do RNE e Carteira de trabalho para trabalhar aqui no brasil….
    Ele ainda não é divorciado, o divorcio na Italia demora quase 3 anos para sair….estou meio perdida, pois a intenção dele é retornar para o Brasil em Junho e já se intalar aqui…
    Eu pensava em me casar aqgora em fevereiro com ele, mas pelo que estou lendo aqui a burocracia é brava…vou até o cartori me informar…jeus cristo quando penso que vou ser feliz….sempre tem algo para impedir…Obrigada a todos…beijos
    Marisa e Giuseppe

  41. olá, sou estrangeiro residente no Brasil. casei com uma brasileira ha 5 anos e me divorcie faz pouco tempo… Quando casei eu tive que preparar todos os documentos necessarios. Agora tenho a certidao de casamento brasileiro com averbacao de divorcio. a pergunta é: que documentos precisarei para casar de novo com uma brasileira no brasil? os mesmos q da primeira vez? ou pelo fato de eu já ter feito uma vez aqui no brasil facilitaria um pouco os documentos?
    grato

    • Os documentos são os mesmos, mas ao invés de sua certidão de nascimento atualizada, agora será a de casamento averbada e atualizada a solicitada. E, claro, agora você já tem o RNE, CPF, comprovante de endereço, no máximo vai precisar apresentar o passaporte mais uma vez. Mas, não custa averiguar junto ao cartório de sua comarca.

  42. Ola esse foi o melhor blog que achei sobre esse assunto. Parabéns! Meu caso: namoro um norueguês e queremos nos casar na Noruega. a pergunta é: Quais os documentos eu preciso daqui do Brasil para levar para a Noruega e casar lá? grata

    • Oi Rebeka, tudo bem?

      O mais certo é pedir a seu namorado que vá à corte ou cartório onde vocês se casarão para conferir a lista exata de documentos solicitados para o casamento entre norueguês e estrangeiro. Você também pode dar uma olhada no post casamento civil com estrangeiro no exterior.

      Um abraço!

  43. Olá, namoro um rapaz francês que também quer vir morar no brasil e casar comigo. Lendo tudo sobre casamento com estrangeiros ainda me restam algumas duvidas. Primeiro: vi que precisa de cpf para que ele se case. Ele pode tirar quando já estiver aqui ou ele tem que tirar no consulado brasileiro na França? O comprovante de residência a ser comprovado tem que ser daqui do Brasil? Assim que casarmos, ele poderá procurar emprego normalmente e ser contratado sem grandes burocracias?

    • A princípio o CPF não é solicitado… A documentação básica é aquela descrita no post. Um ou outro leitor trás nos comentários alguma situação excepcional, baseie-se no post e não nos comentários. De qualquer forma, o CPF terá de ser feito em algum momento e não é difícil obtê-lo, pelo contrário, é super fácil.

      O comprovante de residência pode ser o daqui, a sua residência, a proprietário dela terá de fazer um declaração de residência para seu namorado. Isso já foi explicado várias vezes antes.

      Ele só poderá ser contratado depois de obter carteira de trabalho e a carteira de trabalho só é obtida depois de obter a permanência. Esse tema também já foi bastante explorado no blog…

  44. cristiana, para meu namorado da espanha, tiramos esse “fé de vida” ( a comprovação que a pessoa eh solteira) no mesmo dia, foi só ir no cartório e pronto

  45. Olá, vou me casar com um americano aqui no RJ. Eu pensava que um determinado cartório cobria minha área, então peguei no site daquele cartório a listagem dos documentos necessários. Providenciamos tudo. Descobri então que o cartório que cobria minha área era outro. Segundo a listagem de lá, além dos documentos que já providenciamos, ele precisa também de CPF, comprovante de residência (ele não tem, pois está ficando na minha casa) e ter o passaporte com tradução juramentada e registrado no cartório de títulos. Essa última, principalmente, é uma exigência que não vimos em nenhum lugar, pesquisamos muito na internet antes de tudo e ninguém mencionou tradução de passaporte. Ora, o passaporte é um documento internacional! Ele é seu documento de identificação quando você está em outro país e ninguém nunca precisou andar na rua com uma tradução dele no bolso. Pra mim isso não tem pé nem cabeça!! Nós temos pouquíssimo tempo para casar antes do visto dele expirar, estamos com os dias contados, e fazer esse processo de adquirir CPF e tradução e registro do passaporte simplesmente vai nos custar mais alguns dias e nos custar cerca de R$400 a mais (que somados aos R$1000 que já gastamos com documentação, e mais cerca de R$1000 que ainda vamos gastar com as taxas e tradutor para a cerimônia, não é uma quantia nada bem vinda). O que me deixa mais chateada é pagar por algo que não faz sentido algum, estou tentando procurar na internet e não vejo nenhuma informação a respeito. Pela minha visita a esse cartório, pude perceber que ninguém lá entende absolutamente nada de casamento com estrangeiro, passei meia hora pra conseguir informações das mais simples enquanto funcionários ficavam indo e vindo perguntando uns aos outros porque eles mesmos não conseguiam me responder. Queria muito compreender essa exigência do passaporte traduzido e registrado, se faz sentido pela lei que eles peçam isso da gente. Estamos desesperados, qualquer ajuda será bem vinda.

    • O CPF é a única novidade nesta lista de documentos solicitados e é também moleza de se conseguir. Em uma dia seu noivo estará com o documento na mão.

      O comprovante de residência é documento obrigatório para qualquer um que queira casar, seja brasileiro ou estrangeiro, está elencado no Código Civil e deve fazer parte dos documentos para dar entrada no pedido de casamento. Se ele está ficando em sua casa, o dono da propriedade deve fazer uma declaração de residência em nome do seu noivo e uma conta de luz ou água em nome do mesmo proprietário da residência é mais do que suficiente. Não esquecer de reconhecer firma da assinatura do declarante. Coisa fácil que leva no máximo uma hora.

      Tradução de passaporte – tente conversar com outro atendente do cartório e confira se é mesmo necessário a tradução do mesmo. Mas faz sentido, sim, é um documento em língua estrangeira e não sendo o inglês segunda língua oficial no Brasil não é nada anormal pedir tradução juramentada do mesmo, é preciso ter fé pública que só a tradução juramentada dá.

      No mais, casar e obter permanência no exterior é mesmo um processo caro, não conheço ninguém que não tenha dispendido um bom tanto em dinheiro, seja no Brasil ou exterior.

      Minha sugestão é, procure outro cartório em que o processo seja menos criterioso e consiga a declaração de residência de algum amigo ou parente que more na região.

      • O CPF e o comprovante de residência do estrangeiro não são pedidos em todos os cartórios, até porque ele não reside aqui, é turista (algo que um outro cartório aqui mesmo me disse).

        Pois é, sabemos que é caro, mas não deixamos de ficar surpresos com exigências novas e dispendiosas diferentes das que vemos nos relatos das outras pessoas que casam. E nós já tínhamos traduzido e registrado a certidão de nascimento, agora teríamos que refazer esse processo todo pro passaporte o que leva mais dias. Mas nós vamos tentar fazer em outro cartório sim, muito obrigada pela dica e também pela pronta resposta!

    • sim esse certificado de capacidade matrimonial é a mesma coisa que atestado de solteira, é este certificado que prova que nao existem impedimentos para me casar com o meu noivo…

  46. Olá, tenho mais uma dúvida: após se casar, tem que levar o documento no casamento a policia federal onde me darão um protocolo autorizando o visto permanente do estrangeiro? ou seja, ele ja poderá ficar direto no Brasil ne?

    • Após casar, seu marido deverá dar entrada no pedido de permanência na Polícia Federal, devendo instruir o processo com todos os documentos solicitados pela PF. O protocolo que será dado não autoriza o visto permanente, é apenas ao fim deste processo que o visto será autorizado ou não. O protocolo é uma espécie de comprovante do trâmite do processo e que autoriza o estrangeiro a ficar regularmente no Brasil até o fim do processo, quando o visto será concedido ou não. Uma vez com o visto permanente em mãos, faz-se a solicitação do RNE.

  47. Tenho uma dúvida, tenho todos os documentos ja pra casar com meu namorado estrangeiro, como ele é espanhol, so pode ficar 3 meses aqui. Esses 3 meses completam dia 21 de outubro. Poderia deixar pra dar entrada perto da data do final do visto de turista sem problema?

  48. na espanha esse documento de solteiro se chama fé de vida, onde tem dizendo que a pessoa é solteira e que reside em tal endereço (aproveitem o mesmo documento “fé de vida” e ja vem escrito o endereço, ou seja, ja serve pra o comprovante de residencia do estrangeiro)

  49. Olá, achei esse post super útil. Me ajudou bastante. A única dúvida que eu fiquei foi onde posso conseguir essa declaração de solteiro. Meu namorado é da Inglaterra e o cartório de lá disse que não fazia esse tipo de documento e que só poderia ajudar se fossemos nos casar lá. Mas no caso nós queremos casar no Brasil mesmo. Obrigada desde já.

  50. Olá… vejo que muitas pessoas têm dúvidas tais como as minhas… que vivo a mesma situação.
    Meu namorado é italiano e estamos nos organizando para ele vir definitivamente para o Brasil. A Itália é muito mais burocrática que o Brasil, e onde ele mora não tem consulado. Um amigo dele disse que conseguiu registrar todos os documentos via correios. Você sabe se esta informação procede???
    Já gastamos muito dinheiro com passagens e agora temos que poupar ao máximo, pq afinal temos muito a fazer até que ele esteja aqui. E como os documentos tem uma validade, n sei sei 60 dias (pode me confirmar), queremos gastar o mínimo ´possível com a vinda dele, por isso tem que ser tudo muito bem programado para que possamos comprar as passagens com antecedencia necessaria para os documentos ficarem prontos.
    Se tiver alguma informação… agradeço.

    • Oi Flávia!

      Acho que a informação procede, sim! Quando meu marido estava organizando sua documentação, vimos no site da embaixada do Brasil no país dele que era possível encaminhar os documentos para um dos serviços consulares por correio, mas como somos um pouco neuróticos, ficamos preocupados com a possibilidade de extravio, por este motivo viajamos algumas vezes só para submeter documentos.

      Quando à validade, eu não sei informar com certeza. O que eu sei é que nossas certidões brasileiras atualizadas têm validade, então pode ser que para o casamento as dele também devam ter. Confirme junto ao cartório onde vocês provavelmente se casarão.

  51. Boa tarde!
    O seu blog é muito útil em horas como essa ^^ Vamos ao meu caso:
    Sou noiva de um francês, estamos juntos há 4 anos. Ano passado fui à França, mas decidimos que nos casaremos e residiremos no Brasil. Fui ao cartório de Brasília e a documentação pedida foi justamente a que você citou, além disso a atendente disse ser obrigatória essa autenticação na embaixada/consulado brasileiro na França. Por esta dúvida, meu noivo e eu entramos em contato com a embaixada do Brasil na França, e lá eles informaram que tal ação não existe, a embaixada brasileira lá não autentica/legaliza nenhum documento francês porque ambos os países assinaram um acordo onde essa ação não se faz necessária. A tal lei:

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D3598.htm

    A embaixada informou que ele deve autenticar os documentos dele somente na Maire (prefeitura) da cidade onde as certidões foram expedidas. Com essa informação, fui ao cartório novamente levando comigo a lei impressa, e a atendente simplesmente disse desconhecer esse processo, e que a regra que eles seguem é a que a autenticação na embaixada é obrigatória para qualquer país, mesmo eu dizendo mil vezes que a embaixada lá não faz isso!
    Já com raiva, fui a outro cartório na mesma cidade e neste outro a atendente disse nunca ter ouvido falar nada sobre a autenticar/legalizar os documentos originais dele no consulado brasileiro na França, que desconhecia essa necessidade das documentações estrangeiras precisarem passar pela embaixada antes…. ela informou somente que as mesmas deveriam ser traduzidas por tradutor juramentado.

    Percebi que os cartórios não andam em sincronia, cada um pede a documentação que quiser, independente dela existir ou não! O que me aconselha, neste caso? Abro o processo no segundo cartório, já que é menos burocrático? Corre o risco de eles pedirem mais documentos depois?

    • Oi Juliana!

      Bem, eu com certeza iria ao segundo cartório rs… Mas de qualquer forma, o que eu percebi, pela minha própria experiência e a das pessoas conhecidas, é que os cartórios, em geral, seguem mais ou menos a mesma cartilha, pouca coisa mudando. Veja que em seu caso a diferença está no detalhe, os documentos são os mesmos, mas um pede alguns selos extras e outro não, o que significa que a essência é a mesma.

      O risco de pedirem documentos extras acho que é bem baixa, mas não custa confirmar mais de uma vez qual é a exata documentação exigida. Aliás, em se tratando de estrangeiro, a documentação tem que ser revisada mil vezes, isso é de praxe!

    • va na embaixada da frança no Brasil… o cartório normalmente se embanana com isso. QUando liguei pra o cartório daqui, eles nem sabiam que na Espanha meu namorado teria que ir em tres orgaos autenticar etc etc( ela até veio me dizer que outro estrangeito de outro pais nao precisou), só que isso depende do pais. Entao tens que entrar no site tanto do consulado do brasil na frança quanto o consul da frança no Brasil. Se os dois disserem que nao precisam, é pq nao precisam e ponto final.

  52. Olá boa tarde primeiramente parabéns seu blog é maravilhoso esclarece muitas duvidas
    Bem no meu caso é meu namorado quer vim para o brasil fiz muitas pesquisas não é muito fácil conseguir visto para ele por causa de seu país .Sri Lanka ,desejávamos quando ele vim nos casar logo para conseguir o visto de permanência para ele mas não bem fácil assim como nós pensávamos ,ele também não tem uma renda bancaria que ajuda para conseguir visto de turismo. Nós estamos perdidos oque nós podemos fazer para obter isso desde de já muito obrigada boa tarde.

    • Olá Jéssica,

      Realmente, nada é fácil, mas também não é impossível. É difícil responder à sua dúvida assim, em breves palavras, então sugiro que você leia os posts do blog, bem como seus comentários, com atenção, com certeza muitas de suas dúvidas serão sanadas com essa leitura.

      Um abraço!

      • Obrigada eu fiz uma leitura aqui em tudo
        Eu tenho uma outra duvida meu namorado me falou que se eu tiver um advogado. E meu advogado fazer uma carta patrocinadora para ele como eu me responsabilizando totalmente com ele aqui no brasil com a assinatura do meu advogado e sendo enviada para a Embaixada do Sri Lanka aqui no Brasil tem uma chance dele depois que chegar essa carta lá ele pode pedir o visto de turismo para vim para o Brasil no caso quando o Advogado fizer a carta com todos meus dados ele ficaria aqui em minha casa será que tem uma chance de fazer isso e dar certo porque ele disse que é a única chance dele conseguir isso falaram para ele na Embaixada do Brasil no Sri Lanka .
        Eu agradeço desde já boa tarde beijo.

        • Bem, é preciso averiguar isso certinho junto à Embaixada…

          De qualquer forma, o que eu sei é que carta-convite ou termo de responsabilidade não garante visto a ninguém, mas sim podem ser considerados um “plus”, como se fosse um ponto a mais.

          Percebo que você está bastante ansiosa com a situação e às vezes nestas condições tomamos atitudes precipitadas. Então aqui vão alguns pontos de reflexão: você está preparada para se responsabilizar totalmente? Há opções alternativas? É tão urgente casar? Acho que dando um passo de cada vez se vai muito mais longe. Só minha opinião.

          Bj

  53. Oi! Meu namorado é holandês e está vindo me visitar em dezembro, estamos pensando em nos casarmos no civil aqui, não iremos morar juntos até que eu termine a faculdade, mas já queríamos estar casados para facilitar a minha ida para lá (ou a dele pra cá) quando chegar a hora certa. (Obs.: morei um ano na Holanda e nós moramos juntos por uns 6 meses antes de eu voltar pro Brasil).
    Isso é possível? Ele só ficará aqui durante uns 18 dias. :/ Obrigada!

  54. sou braleira,meo noivo mora na Argélia vamos casa por procuração mais eu não cei o que fazer qual os documentos ,vamos casa para eu pode ir para a Argéli mora com ele, qual documentos devo pedir para ele

    • Oi Edilany, tudo bem?

      Pois então, percebo que você ainda está um pouco confusa, sem muitas informações sobre o assunto, seja sobre a questão casamento, seja sobre a questão imigração. Se eu fosse você, pesquisaria um pouco mais antes de se decidir por casar por procuração, pois esta modalidade de casamento sempre deve ser deixada como última opção, quando nada mais tenha dado certo.

      Há um blog chamado Argélia e Brasil – Histórias Além do Atlântico, que talvez possa te ajudar bastante, pois as meninas se relacionam com argelinos e têm muitas informações bacanas para compartilhar.

      Um abraço!

  55. Oi depois que casarmos aqui no brasil temos que ter casa propria ou alugar uma casa por causa da visita da policia? Porque eu e meu noivo prtendemos ficar na casa dos meus pais por alguns meses, alguém sabe se tem algum problema?

    • Não, não há problema, o comprovante de endereço que você apresentar na Polícia Federal será o endereço em que eles farão a visita, não importa se é sua casa própria ou a casa de seus pais. Mas se, nesse meio tempo, você e seu marido se mudarem, você tem que comunicar o novo endereço para a PF.

  56. Oi so sebastian do CHILE e tive a oportunidade de conocer miha mulher ali no suo pais, entao vamos a casar no Fortaleza- Ce, o unico problema e que o cartorio pede este papeo: “Declaração da policia federal constando que tem situação regular no Brasil”. …. mande e-mail, ligamos ao policia Federal, faceboock de eles, fazemos de tudo mais ninghem da uma resposta certa sobre como ter ese papeo, presiso porfavor sua ayuda, ficare eternamente obrigado.

    • sebastian, deve ser o NADA CONSTA da POLICIA FEDERAL, que pode ser tirado pela internet: digita “nada consta da policia federal” preenche tudo que vai gerar um papel e tu imprime e entrega no cartório

  57. Ola boa tarde!!!
    Me chamo Sheila

    Eu gostaria de uma informaçao alem das que ja li logo acima
    eu vou me casar com um homem da Argelia e gostaria de saber o que eu preciso de documentos
    por que ele me disse que eu tenho que ir para Argelia para me casar la e depois ele pode vir para o Brasil gostaria de saber se é assim mesmo que se procede pq ele quer viver no Brasil.
    Obrigado

    • Oi Sheila, tudo bem?

      Bem, você poderia dar uma lida no post que eu escrevi sobre casamento com estrangeiro no exterior. Mas de qualquer forma, seu marido deve confirmar quais são os documentos exatos necessários para casar lá na Argélia no cartório ou corte que vocês provavelmente se casarão.

      No mais, ele pode vir ao Brasil com visto de turista e casar-se com você aqui e depois solicitar a mudança do visto de turista para permanente. E se ele insistir em casar-se lá, é bem provável que seja pelo motivo da dificuldade em conseguir o visto turista no caso dele, então obviamente casando-se lá o procedimento para ele ficaria bem mais fácil.

  58. Ola meu nome é sandra..E tenho umas duvidas qe me tao a tirar o sono, sou poertuguesa e já tou aqui á 2 anos no brasil a morar com um brasileiro..Decidimos casar agora, porem não sei onde tiro meu cpf me disseram qe era no consulado portugues aqui no brasil….mas tambem me disseram na receita federal tou baralhada me ajuda pf… e a outra pergunta é preciso certificado de estado civil..nunca casei enho 21 anos..e tenho meu cartão de cidadao sera qe isso é suficiente…obrigado desde já…

    • Olá Sandra!

      O CPF é solicitado em qualquer agência dos Correios. Com o número do protocolo dado por eles, vá ao prédio da Receita Federal de sua cidade para fazer a impressão. É preciso ir até a Receita, porque eles conferem seus documentos de identificação.

      Sobre o certificado, neste caso é interessante verificar junto ao consulado se os documentos que você tem em mãos são suficientes.

      Um abraço!

  59. Gracias! O problema sao os custos de viagem, questao de trabalho e o mais sério: sequela de pólio que ele tem, sendo que aqui tem seu carro e pode mobilizar se com facilidade… De todas formas conto com a boa vibra dos leitores deste blog e buscar a solucao é o que resta.
    Só para esclarecer, quando saiu a sentenca, eu já vivia aqui, por isso a averbacao foi enviada sem o selo do consulado.
    Agradecendo uma vez mais, um abrazo à distância.

    • Então, acho que em seu caso seria melhor conseguir os selos da embaixada/consulado do país de seu marido aqui no Brasil e casar por aí mesmo. Quem sabe alguém de sua família não poderia fazer isso para você, com procuração, caso seja necessário?

      Um abraço e até!

  60. Olá! Às vezes pensamos que somos livres de fazer o que nos convém, dentro de regras de moral e bons costumes, claro! Porém, que liberdade que nada… Convivo, em Perú há 4 anos, sem visto de residencia, decidimos que o melhor será casar nos, porém sou divorciada no Brasil e falta o reconhecimento da validade da averbacao pelo consulado peruano, assim que nao pode ser aqui, entao pensamos em enviar procuracao para alguém tramitar em cartório e chegaríamos só para assinar, na data indicada, mas está dificil conseguir as informacoes exatas, a embaixada em Lima sabe menos que eu… Na lei aparece:
    Casamento civil com estrangeiros
    O Artigo 7º da LICC diz que são passíveis de regulamentação pela lei brasileira os seguintes casamentos:
    • Feitos entre brasileiros no Brasil.
    • Feito entre brasileiro e estrangeiro no Brasil.
    • Feito entre brasileiros fora do Brasil, ou feito entre brasileiro e estrangeiro fora do Brasil (ocasião em que devem ser feitos na sede do consulado brasileiro no país (Art. 18 da LICC).
    Me pediram certidao de nascimento, quando já tenho a averbacao, além do que dizem nao ter poderes para tal fim…
    Nos convém casar no Brasil porque sou aposentada e em seguida já posso por meu convivente como dependente, ele tem sequela de pólio, além do que será tudo de uma viagem, mas como vc diz, cada cartório tem alguma exigencia a mais e nao pude encontrar e mail, por isso estou expondo o caso por este meio. Sem alongar me mais, agradecida por alguma resposta, Sönya

    • Oi Sönya, tudo certo?

      Geralmente documentos estrangeiros precisam de alguns carimbos da embaixada/consulado para ser reconhecido como legítimo no exterior. Então, sua certidão de casamento averbada com seu divórcio precisa de alguns carimbos do consulado do Peru para ter validade no país de seu marido, não é um procedimento complicado, é até simples, pelo menos esta foi a experiência que tive com meu marido, mesmo em se tratando de outro país.

      Quanto à possibilidade de casar no Brasil, o ideal é verificar junto ao cartório onde vocês irão casar, pois cada cartório difere um pouquinho em relação aos documentos solicitados. Como você é divorciada, não vejo razão para pedirem a certidão de nascimento, mas quem sabe se você apresentar as duas certidões atualizadas? Será que é possível?

      Vocês podem fazer uma procuração para dar entrada no processo de casamento, por procuração dá para fazer quase tudo, acho que quanto a isso não há maiores empecilhos, mas eu sinceramente acho que o ideal seria que você visse as coisas pessoalmente, pelo menos é essa a minha opinião.

      Um abraço!

  61. ola boa noite
    meu nome é rose
    meu namorado mora em marrocos e estamos querendo nos casar, mas não faço a menor ideia de como faremos isso. para eu ir para marrocos não preciso de visto, mas o custo da viagem é muito alto e para ele vir precisa de visto. então gostaria de saber mais a respeito da movimentação bancaria. eu não sabia que precisava comprovar isso e ele não tem conta em banco. quanto tempo de movimentação bancaria ele precisa provar. estamos pensando em nos casar em março de 2014.
    obrigada.

    • Oi Rose, tudo bem?

      Não são todas as Embaixadas Brasileiras no exterior que têm como requisito o comprovante de renda/movimentação bancária, isso depende muito do país de onde o estrangeiro é.

      Você deve fazer um passeio virtual pelo site da Embaixada do Brasil em Marrocos e ler a parte que fala sobre os requerimentos para os diversos tipos de vistos. Logo você descobrirá se comprovação de renda é requisito para aplicação do visto turismo.

      Um abraço.

  62. Boa tarde!!!

    Primeiro lugar parabéns pelo seu blog, muito útil!
    Estou com algumas dúvidas! Meu namorado é romeno e queremos nos casar aqui no Brasil. Porém vendo os documentos necessários, ele não possui em mãos a certidão de nascimento, e o atestado de estado civil, que têm que ser autenticados na embaixadora brasileira lá na Romênia. Será que conseguiríamos estes documentos somente lá ou aqui no Brasil também, no caso na embaixada romena.
    Estamos meio perdidos, pois queremos tirar o visto dele e a opção mais coerente seria o casamento mesmo!
    Desde já obrigada!

    • Olá Aline, tudo bem?

      Eu acho que a Embaixada não providencia tais documentos, mas não custa dar uma ligadinha lá para verificar, certo?

      O mais provável é que seu namorado tenha que providenciá-los em seu país de origem mesmo.

      Um abraço

  63. oi tudo bem! meu caso é diferente , pq pretendo casar em UK, moro há quase 1 ano com um brasileiro com cidadania italiana, A pergunta é: é mais fácil em questões burocráticas, casar em uk ou no Brasil, só que ocorre q não temos mto tempo para ficar no Brasil pq ele trabalha e quais o documentos que eu preciso para dar entrada no casamento uk?

    • Oi Naty, tudo bem?

      Olha, boa pergunta, viu? Eu não sei nadinha sobre como casar no Reino Unido =/

      Mas olha, dia desses eu escutei uma moça dizendo que é mais difícil casar no Reino Unido que aqui. Agora, se isso é verdade ou não, eu realmente não sei. Você pode dar um pulo na Embaixada Brasileira e explicar a situação, com certeza eles vão te dar algumas dicas sobre onde ir e tal.

      Um abraço e até!

  64. Leo,
    vou me intrometer aqui no blog, mas certificado de antecedentes criminais nao precisa pra casar e o certificado de solteiro tem que ser tirado em Portugal pra depois ser levado no consulado do brasil ai em Portugal.
    Quanto a passagem creio que tem que ser de ida e volta e vou passar pelo mesmo problema com meu namorado.

    • Sim, Leo, a Marcela está certa, para casar não precisa antecedentes criminais. Mas para solicitar o visto permanente, é necessário uma declaração de que não foi processado ou condenado criminalmente no Brasil e nem no exterior. Não me pergunte como é esta declaração, porque eu não sei, pois meu marido solicitou o visto permanente no exterior e em nosso caso nós precisamos apresentar um atestado de antecedentes criminais, e não somente uma declaração.

      Dê uma olhada neste link abaixo:

      http://portal.mj.gov.br/main.asp?View=%7BA1BC41DE-C501-4FD4-8651-4891730652C3%7D&Team=&params=itemID=%7B4B2D064E-9BDC-47CF-8BF4-D2FA780EB22E%7D;&UIPartUID=%7B2868BA3C-1C72-4347-BE11-A26F70F4CB26%7D

      • Sei que é só um blog, que tem como objetivo trocar experiências e conhecimentos a respeito deste assunto, mas precisamos ter cuidado com as informações.
        Os documentos necessários para casar aqui no Brasil, com um estrangeiro, varia bastante de acordo com a região. É um absurdo, mas é verdade.
        Moro em Salvador, vou casar com minha noiva, que é portuguesa. Estamos providenciando os documentos e temos enfrentado problemas com a burocracia, como sempre.
        No cartório da minha região, só tem data disponível para julho, então vamos nos casar em Sergipe. Onde consegui uma data muito mais próxima.
        No cartório de Salvador, exigiram da minha noiva: Certidão de Nascimento, Certidão de Estado Civil, Comprovante de Residência, todos deveriam estar consularizados e TRADUZIDOS. Quase tive um infarto, discutindo como podem exigir tradução de um documento que está escrito em português.
        Em Sergipe, exigem os Antecedentes Criminais, mas não exigem as traduções. Então o conselho é: procurem os cartórios, não existe uma lista fixa de documentos.

        • Sim, Adiel, é um blog, mas a lista básica elencada na publicação baseia-se no Código Civil Brasileiro. Ademais, também já foi dito que a documentação dita básica pode variar de cartório para cartório e que é preciso averiguar diretamente no cartório de sua comarca.

          A princípio pareceu-me estranho pedir tradução de documento escrito em português, mas se pensarmos que o português brasileiro e o de Portugal diferem muito além daquilo que esperamos, então já não me parece tão doido assim. O ruim são as despesas extras.

          Boa sorte!

  65. Oi,
    muito obrigado pela resposta, ajudou-me e muito. É verdade eu acabei me perdendo lendo os comentários anteriores :D.

    Só mais algumas questões, eu tenho a certidão de nascimento que serve tbm para comprovar o estado civil foi emitida hoje mesmo no registo civil onde eu estou registado, só me falta o atestado de antecedentes criminais limpo. A minha dúvida é se esses documentos precisam de ser autenticados no consulado do Brasil em Portugal?

    Quanto aos meus meios de subsistência, visto ser português e não necessitar de visto para além de passaporte, certidão de nascimento, depois aquele documento que peço no consulado de Portugal no Brasil pra comprovar que sou mesmo solteiro, o certificado de antecedentes criminais limpo não preciso mais nada?

    p.s. eu sou obrigado a ter uma passagem de ida e volta, ou posso ir só com ida e alegar que como não sei quanto tempo vou ficar irei comprar depois a passagem de volta?

    Desde já obrigado por toda a ajuda

  66. A mulher do cartório me enviou toda a documentação por email, sei que a tia manu ja colocou, mas so pra enfatizar 🙂

    SE ESTRANGEIRO

    – Certidão de nascimento (se solteiro) ou casamento c/ averbação de divórcio (se divorciado) original (Certidão atualizada-prazo 6 meses);
    – Certidão de estado civil original;
    – Certidão de partilha de bens ou negativa de bens (se divorciado);
    – Comprovante de residência original;
    – Cópia autenticada do passaporte (da 1ª a última folha);
    – Nada consta da Policia Federal;
    – Nada consta da Justiça Federal;
    – Nada consta da Justiça Estadual.
    – Nada consta do SDS

    1ª OBS: Todos os documentos em língua estrangeira deverão ser traduzidos por “Tradutor Juramentado”.
    2ª OBS: Em caso de habilitação por procuração, esta deve ser Pública e Específica para fins de casamento (deverá conter, obrigatoriamente, o nome do(a) noivo(a) e o regime do casamento, se vai ou não fazer alteração).
    3ª OBS: No ato da entrada para habilitação do casamento os noivos deverão comparecer ao cartório com duas (02) testemunhas portando identidade e CPF

    SE SOLTEIROS BRASILEIROS:
    – Certidão de nascimento original (Certidão atualizada -prazo 6 meses) ;
    – Cópia autenticada da IDENTIDADE, CPF (ou habilitação) e
    – COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA. (nome dos noivos)

  67. Ola a todos, eu liguei pra o cartório do brasil, e eles me informaram que na certidão de solteiro que o estrangeiro tem que tirar no seu pais, diz também o endereço onde ele vive atualmente. Então a mulher do cartório me deu um exemplo de um polonês que tinha o certificado de solteiro e que também dizia que ele vivia no endereço tal. E fui procurar saber e aqui na espanha eles te dão o certificado de solteiro e poe realmente o endereço atual, dai nao precisa de comprovante de residencia ( pq no meu caso, meu namorado nao tem nada no nome dele que chegue a sua casa pra levar).
    Espero ter ajudado

  68. Ola de novo 🙂
    3 – Comprovante de residência – pode ser conta de luz, telefone, água, desde que seja no nome de seu noivo, caso contrário, você deverá providenciar uma declaração de residência, afirmando que seu noivo mora em imóvel de sua propriedade, aí sim você poderá anexar uma conta qualquer em seu nome.

    No caso, ele nao tem nada no nome dele e eu também nao tenho nada na espanha, so tenho conta com meu nome no brasil. Que devemos fazer então?

  69. Ola,

    tenho as seguintes duvidas:
    1-“cópia do passaporte, inclusive com a cópia do visto e carimbo de entrada no Brasi”. Meu namorado eh espanhol, e iria entrar aqui com o visto de turista o que teoricamente nao precisa de visto.
    2-“além de declaração de estado civil, do domicílio, residência atual, local e data de nascimento ou falecimento dos pais de ambos. ” Isso se faz no brasil mesmo ne?

    3- “comprovante de residência”- uma conta de celular com seu nome? pode me explicar melhor, por favor? 🙂

    4- Se puder dizer quanto se gasta mais ou menos com toda essa burocracia, agradeceria.

    5- Ultima coisinha heheh depois de assinado o papel de casamento e estar lindamente casado o estrangeiro ja tem um visto permanente de estar no brasil, sim?

    OBS> eu escutei um amigo meu dizendo que ele tem que ter um cpf(??)

    Muito bom o site!

    • Olá Marcela, tudo bem?

      1 – Na dúvida, tirar cópia de todas as páginas do passaporte, inclusive daquela em que consta o carimbo da imigração brasileira.

      2 – declaração de estado civil – verificar junto ao cartório vc irá casar, pode ser o caso de uma simples declaração com firma reconhecida ou um documento expedido no país de origem do noivo.

      3 – Comprovante de residência – pode ser conta de luz, telefone, água, desde que seja no nome de seu noivo, caso contrário, você deverá providenciar uma declaração de residência, afirmando que seu noivo mora em imóvel de sua propriedade, aí sim você poderá anexar uma conta qualquer em seu nome.

      4 – Não me casei no civil no Brasil, mas sim no exterior.

      5 – Depois de estar lindamente casada, NÃO há visto permanente, você deverá dar entrada no processo na Polícia Federal.

      Seu amigo está certo, ele deverá ter CPF.

  70. Em meu caso eu sou divorciado preciso do certidão de nacimento ou so certidão do divorcio, nota eu sou cubano e tento me casar com uma brasilera.

    • Olá, Danilo, tudo bem?

      A melhor coisa a fazer é pedir que sua noiva verifique, junto ao cartório onde vocês irão casar, o que exatamente eles pedem. Aqui no Brasil, uma pessoa divorciada que precisa comprovar status civil irá providenciar uma certidão de casamento atualizada, que vem com uma anotação, chamada averbação, em que consta a observação de que é divorciado. Então, consulte no cartório qual é o documento exato que eles querem que vocês providenciem.

      Um abraço e até!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s