Informações Úteis para Estrangeiros no Brasil

Nos dias de hoje, informação é um dos bens mais valiosos. Uma pessoa que não se informa geralmente não faz muitos progressos na vida, ou se faz, é com muita dificuldade. No caso de brasileiros em relacionamento com estrangeiros, a falta de informação gera muita frustração e até mesmo prejudica o relacionamento pela perda de tempo, de dinheiro, dentre muitos outros aspectos que causam stress e atrapalham o dia a dia. Passos bem calculados e detalhados, planejados a partir de informações coletadas com antecedência, facilitam infinitamente a vida.

Sendo assim, uma das primeiras coisas que você deve se preocupar em fazer é um levantamento, isto é, uma lista de afazeres, em ordem de prioridade. O que irá guiar os seus passos para a tomada de decisões e de ações é, primeiramente, definir onde você e seu parceiro vão casar e morar. Você irá ao exterior para ficar com seu parceiro estrangeiro ou ele virá ao Brasil ficar com você? Pretendem se casar no civil no Brasil ou no exterior? As respostas a essas questões (bem como outras tantas igualmente importantes) é que irão nortear toda a pesquisa e guiarão seus passos.

Recomendo fortemente, então, uma bela pesquisa na internet, especialmente em sites do governo e repartições consulares brasileiras no exterior, no que diz respeito a questões relativas ao estrangeiro no Brasil. Leia de cabo a rabo, tome notas, destaque o que é importante e saiba muito bem quais são os direitos e deveres, o que pode e o que não pode. Parece complicado, mas é muito mais fácil do que parece.

Algumas leituras recomendadas (no tópico relativo aos estrangeiros no Brasil):

Também recomendo o site Gringoes, cujo objetivo consiste, primordialmente, em promover a troca de informações entre estrangeiros que moram ou que pretendem morar no Brasil. Há, também, vários sites tragicômicos mais voltados às aventuras amorosas de brasileiras em relacionamento com estrangeiros, que valem a pesquisa mais como alerta, porque muita gente embarca em canoas mega furadas. Por fim, destaco vários grupos no Facebook, tais como “Estrangeiros no Brasil” e toda sorte de “fulanos no Brasil”, em que é possível trocar ideias com a comunidade expatriada que vive no país.

Saliento que todas as descobertas e informações de relevância devem ser compartilhadas com o seu parceiro estrangeiro. Ele deve estar ciente de tudo e deve, inclusive, ser encorajado a pesquisar todas essas informações também. Às vezes, um detalhe de suma importância pode acabar passando batido se for analisado por uma só pessoa.

Fica a dica aos interessados. Se este post foi útil e esclarecedor, deixe seu comentário, curta e compartilhe! Obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s